NOTÍCIAS

2 de janeiro de 2019

Catavento é autora de 8 publicações em parceria com o CEBRI

Núcleos de Energia e Infraestrutura produziram conhecimento em 2018 a partir de eventos

Ao longo do ano de 2018, a Catavento promoveu em parceria com o CEBRI – Centro Brasileiro de Relações Internacionais – diversos eventos com o intuito de estimular o diálogo entre diferentes atores e tomadores de decisão. Como Senior Fellow dos núcleos de Energia e Infraestrutura, Clarissa Lins atuou diretamente na idealização dos eventos, moderação de debates e curadoria dos conteúdos.

Os eventos buscaram debater os temas mais proeminentes dos setores de energia e infraestrutura contando com a contribuição de diferentes líderes e formadores de opinião. A Catavento consolidou as discussões de 06 eventos em relatórios indicados ao longo deste texto.

Por fim, com base nas reflexões promovidas e nos conhecimentos adquiridos ao longo do último ano, a Catavento e o CEBRI elaboraram 02 position papers, onde foram sugeridas diretrizes para influenciar formuladores de políticas públicas, em busca de produtividade, competitividade e inserção global nos setores de energia e infraestrutura.

Núcleo de Energia:

Evento 01: O evento “O futuro da energia e o papel do planejamento energético”, realizado em 05 de março de 2018, contou com um debate entre o então presidente da EPE, Luiz Barroso, e o superintendente de regulação da Neoenergia, Hugo Nunes. A discussão foi moderada por Clarissa Lins, Senior Fellow do CEBRI e sócia fundadora da Catavento Consultoria, e seguida por uma rodada de perguntas e respostas junto aos participantes do evento.

As discussões em torno das tendências globais para o setor de energia e suas implicações para o cenário brasileiro foram consolidadas em um relatório que pode ser baixado aqui.

Evento 02: O evento “Transição energética e desafios relacionados ao clima” foi promovido em 05 de abril de 2018 pela Total, empresa global de energia, e pelo CEBRI – Centro Brasileiro de Relações Internacionais, no âmbito de seu Núcleo de Energia, liderado por Jorge Camargo e Clarissa Lins. O debate contou com a participação de Patrick Pouyanné – CEO global da Total, David Zylbersztajn – Sócio-Diretor da DZ Negócios com Energia – e Izabella Teixeira – senior fellow do CEBRI e ex-ministra do Meio Ambiente. Clarissa Lins, sócia fundadora da Catavento e senior fellow do CEBRI, além de moderar o debate, conduziu a abertura do evento, elencando desafios e oportunidades relevantes a serem abordados.

O relatório de consolidação do evento pode ser baixado aqui.

Evento 03: O evento “Mobilidade elétrica: perspectivas e desafios”, promovido em 15 de junho de 2018 pelo CEBRI, foi conduzido por Jorge Camargo e Clarissa Lins. Jorge Camargo, conselheiro do CEBRI e coordenador do núcleo, abriu o evento ressaltando a importância do debate no contexto de transição energética pelo qual o mundo está passando. O debate contou com a participação de Marco Silva, Presidente da Nissan no Brasil, Jerônimo Santos, Diretor de Varejo da Ipiranga, Paulo Maisonnave, Head de Inovação da Enel X, e Clarissa Lins, sócia-fundadora da Catavento Consultoria e Senior Fellow do CEBRI que, além de moderar o debate, estabeleceu o contexto ao mapear principais tendências e desafios para o setor.

O relatório de consolidação do evento pode ser baixado aqui.

Evento 04: O evento “Technology and digitalization in the energy sector”, realizado em junho de 2018, contou com a participação do Prof. Dr. –Ing Armin Schenettler Vice-Presidente Corporativo de Tecnologia, Energia e Eletrônica e José Formigli, CEO da Forsea Engenharia. Prof. Dr. –Ing Armin Schenettler apresentou suas perspectivas sobre transição energética, enfatizando o papel das novas tecnologias e da digitalização nesse contexto. Em um segundo momento, José Formigli apontou os novos desafios do setor de O&G destacando os potenciais benefícios da digitalização para o setor. Após as discussões iniciais, ocorreu uma rodada de perguntas e respostas com os membros da plateia.

O relatório de consolidação do evento pode ser baixado aqui.

Evento 05: O evento “Relações econômicas entre Brasil e Alemanha: A geopolítica da energia”, realizado em setembro de 2018, foi promovido em parceria entre o CEBRI e a Fundação Konrad Adenauer Stiftung – KAS e contou com a organização e consolidação da Catavento. O evento contou com a abertura do Embaixador Rubens Ricupero, seguido de Franziska Hübner, representante adjunta da KAS no Brasil. O painel “Energia: Oportunidades de cooperação e aprendizado entre Alemanha e Brasil”, foi moderado por Clarissa Lins, Senior Fellow do Grupo Energia do CEBRI e sócia fundadora da Catavento Consultoria, e contou com a participação de André Clark – Presidente e CEO da Siemens -, Virginia Parente – professora do Instituto de Energia e Ambiente da USP -, e Ricardo Castanho – Diretor de Internacionalização de Empresas e Desenvolvimento de Negócios da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (SP).

O relatório de consolidação do evento pode ser baixado aqui.

Position paper: a Catavento e o CEBRI elaboraram o documento “O setor energético em 2022” onde foram sugeridas diretrizes para influenciar formuladores de políticas públicas e candidatos a cargos executivos. Nesse sentido, foram identificados alguns princípios básicos que devem nortear a atuação do governo, a saber: (i) competitividade – mercado competitivo, com multiplicidade de atores e fontes; (ii) governança e prestação de contas; (iii) segurança jurídica e regulatória; (iv) ambiente propício à inovação; (v) compromisso com a redução de emissões.

O documento completo pode ser baixado aqui.

Núcleo de Infraestrutura:

Evento 01: O evento “A nova governança das agências reguladoras”, realizado em abril de 2018, contou com um debate entre o membro do Conselho Curador do CEBRI, Claudio Frischtack, o Presidente Executivo da ABDIB, Venilton Tadini, e a sócia da Queiroz Maluf Advogados, Leticia Queiroz. A discussão foi moderada por André Clark, coordenador do Núcleo de Infraestrutura do CEBRI, Presidente e CEO da Siemens no Brasil, e seguida por uma rodada de debate junto aos participantes do evento. As discussões tiveram como foco o ambiente institucional e regulatório brasileiro, elencando fatores que contribuem para a insegurança jurídica, e aspectos gerais do Projeto de Lei 6.621/16 – Lei das Agências Reguladoras.

Para maiores informações relacionadas ao evento, baixe o relatório de consolidação aqui.

Position paper: a Catavento e o CEBRI elaboraram o documento “O setor energético em 2022” onde foram sugeridas diretrizes para influenciar formuladores de políticas públicas e candidatos a cargos executivos. Nesse sentido, propõe-se atuar em 5 diretrizes, a saber: (i) elaborar um planejamento de longo prazo; (ii) fortalecer a regulação e governança; (iii) melhorar a capacidade de financiamento e investimento do setor; (iv) promover a competição entre os operadores e (v) desenvolver a engenharia e infraestrutura 4.0.

O documento completo pode ser baixado aqui.

Para maiores informações sobre as atividades e conteúdos gerados pelo CEBRI, clique aqui.