NOTÍCIAS

21 de julho de 2015

Planejamento energético 2050 em discussão

Em parceria com a FGV Energia, a Catavento promove debate sobre o planejamento energético de longo prazo no Brasil

O evento realizado na FGV, em junho de 2015, teve como objetivo promover o diálogo em torno das premissas dos cenários de economia e de demanda para o Plano Nacional de Energia 2050. Assim, contou com a presença de executivos da Empresa de Política Energética – EPE e de formadores de opinião com atuação na área de energia. O debate foi mediado por Lavinia Hollanda, da FGV Energia e Clarissa Lins, da Catavento.

Na abertura, Lavinia lembrou que esse evento era o segundo promovido pela parceria com a Catavento, no intuito de estimular discussões no setor energético incorporando a visão da sustentabilidade. Em seguida, Clarissa apresentou alguns elementos do contexto global, pontuando que, cada vez mais, as políticas energéticas dos países vêm sendo influenciadas pelas políticas climáticas. Isso se deve ao fato de grande parte das emissões globais de gases de efeito estufa (cerca de 75%, de acordo com o IEA) advir da queima de combustíveis fósseis.

O evento prosseguiu com a apresentação de Renato Gorini, executivo da EPE, sobre as premissas adotadas no planejamento de longo prazo da entidade. Grande parte das premissas estabelecidas foi objeto de intenso debate com a plateia, composta por executivos e especialistas do setor.  A Catavento e a FGV Energia estimularam o diálogo franco e aberto.

O resumo executivo do debate pode ser acessado aqui, bem como o white paper completo. Boa leitura!