PROJETOS

Norte Energia

Setor / Setor elétrico
Produtos desenvolvidos
  • Inspirar
    • Mapeamento de macrotendências
  • Engajar
    • Conselhos de escuta ativa (Sounding Panel)
    • Diálogo com stakeholders
    • Workshop com alta liderança
  • Direcionar
    Setor / Setor elétrico
    Produtos desenvolvidos
    • Inspirar
      • Mapeamento de macrotendências
    • Engajar
      • Conselhos de escuta ativa (Sounding Panel)
      • Diálogo com stakeholders
      • Workshop com alta liderança
    • Direcionar
      O projeto

      Conselho Consultivo (2021 e 2022)

      Em 2021, a Catavento foi contratada para pela Norte Energia, empresa responsável pela operação da Usina Hidroelétrica de Belo Monte, para estruturar e facilitar seu Conselho Consultivo. Seu principal objetivo é estimular a capacidade de escuta da liderança da Norte Energia, expondo seus membros a diferentes visões e opiniões sobre temas relevantes para a estratégia de longo prazo da empresa.

      O Conselho Consultivo é formado por 07 (sete) stakeholders externos, com diferentes formações e áreas de expertise, incluindo energia, tecnologia, floresta, engajamento, reputação e imagem. A composição do Conselho visa trazer diversidade e equilíbrio de experiências.

      A Catavento, além de estruturar e recomendar os membros, foi responsável pela facilitação das reuniões ao longo de 2021 e 2022. Entre as principais responsabilidades, a Catavento elaborou os briefings e materiais de pre-read, além de consolidar as principais mensagens das reuniões. Clarissa Lins, sócia fundadora da Catavento, também foi responsável pela moderação e condução dos encontros.

      Ao longo do ciclo de 2 anos, foram conduzidas 8 reuniões, presenciais e online, com a participação permanente do Presidente e da Superintendente de Sustentabilidade e alternada da Diretoria da empresa. Foram explorados diferentes temas relevantes para a Norte Energia.

      Projetos anteriores

      Apresentação ESG 

      Em 2021, a Norte Energia conduziu série de palestras com especialistas externos no âmbito de seu planejamento estratégico. Neste contexto, a Clarissa Lins, sócia fundadora da Catavento, foi convidada para fazer uma apresentação para membros do Conselho de Administração, Diretoria Executiva e colaboradores da empresa no dia 05 de agosto sobre “Agenda ESG e o setor de energia”. Para tal, a equipe da Catavento conduziu desk research para mapear as principais tendências ESG e suas implicações no setor de energia.

      A palestra conduzida pela Catavento debruçou-se sobre três principais temas: (i) principais transformações no ambiente de negócio; (ii) temas ESG críticos e (iii) atuação de empresas. Clarissa Lins, inicialmente, apontou para os principais desafios enfrentados globalmente, sendo estes a eclosão da pandemia da Covid-19 e os crescentes riscos impostos pelas mudanças climáticas. Neste contexto, destacou as mudanças na percepção de riscos corporativos, cada vez mais associados aos temas ambientais (ex: eventos climáticos extremos e perda de biodiversidade) e sociais (ex: doenças infecciosas e crise hídrica) (fonte: WEF – “Global risks report”, 2021). Surgem, portanto, políticas públicas e lideranças mais assertivas, notadamente EUA, União Europeia e China, assim como novas formas de alocação de recursos (ex: títulos ESG) e uma sociedade civil cada vez mais vocal.

      Durante a segunda parte da apresentação, Clarissa analisou aos principais temas ESG que surgem nesse contexto. Apontou para os temas de biodiversidade e economia circular, no pilar ambiental, diversidade, inclusão e saúde integral, no pilar social, e ética e corrupção, no pilar de governança. Ressaltou, entretanto, que o tema de mudanças climáticas tem se consolidado no centro das discussões do setor de energia, especialmente influenciada pelos crescentes riscos associados, categorizados como riscos físicos ou de transição (fonte: TCFD)

      Por fim, Clarissa analisou de que forma empresas têm atuado para fortalecer a agenda ESG, apontando para três principais pilares: (i) transparência e credibilidade; (ii) governança e engajamento; (iii) metas ambiciosas e novos compromissos. No primeiro pilar, destacou a demanda crescente de diferentes stakeholders, incluindo investidores e acionistas (ex: BlackRock), por maior transparência associada à agenda ESG, incluindo riscos climáticos e impacto social. No segundo pilar, analisou oportunidades de aprimoramento na governança, incluindo maior diversidade e responsabilidade sobre temas ESG. No terceiro e último pilar, apresentou os crescentes anúncios de metas net zero por empresas do setor de energia e posicionamentos, cada vez mais vocais, em temas críticos ESG, como diversidade e desmatamento.

      Após a palestra, houve a condução de um bloco de Q&A com os participantes da reunião.

      “Esse novo contexto consolida um novo papel para as empresas, onde a agenda ESG é facilitadora de novas relações de confiança e de fortalecimento de elos com diferentes stakeholders” (Clarissa Lins)

      Sobre o cliente

      A Norte Energia S.A. é responsável pela construção e operação da maior usina 100% brasileira: a Usina Hidrelétrica Belo Monte. Constituída sob a forma de Sociedade de Propósito Específico (SPE), a Companhia venceu o leilão de concessão em 20 abril de 2010. O prazo de gerenciamento da Usina pela Norte Energia, definido no contrato de concessão, é de 35 anos. Ao assumir o desafio de construir e operar a UHE Belo Monte, a Norte Energia firmou o compromisso de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país, por meio da geração de energia elétrica limpa, renovável, confiável e a preço justo, utilizando o potencial hidrelétrico do rio Xingu.

      Fonte: site Norte Energia

      Contato

      Endereço

      Rua General Garzon, nº22 / 302 – Jardim Botânico 22470-010 – Rio de Janeiro, Brasil

      Telefone

      +55 21 3495-1574